Região, 4 de Dezembro de 2015 

Por Redacção

Sever do Vouga assinala 25 anos do mirtilo em Portugal

Sever do Vouga vai assinalar os 25 anos da introdução do mirtilo no concelho e, por consequência, em Portugal.

A data vai ser festejada no próximo dia 12 de dezembro, a partir das 21:30, com a realização de uma gala no Centro das Artes e do Espetáculo de Sever do Vouga, com entrada gratuita.

Na ocasião, além de momentos recreativos, irão ser recordados os primeiros passos do mirtilo em Portugal através de testemunhos dos primeiros produtores severenses que se lançaram na aventura da produção de mirtilos, em 1990.

Irá ainda ser feito o historial da evolução deste pequeno fruto no concelho até aos dias de hoje e, por fim, a Câmara Municipal irá homenagear as entidades que estiveram na origem da produção do mirtilo em Sever do Vouga.

Segundo explica a Câmara Municipal de Sever do Vouga, a gala dos 25 anos do mirtilo será uma ocasião “para que juntos possamos celebrar um dos ex-libris de Sever do Vouga. Será uma noite de festa onde poderemos apreciar os talentos da nossa terra e ouvir os testemunhos de quem acreditou em novos caminhos para a agricultura de Sever do Vouga”.

O mirtilo foi introduzido em Portugal, no concelho de Sever do Vouga, em 1990 pela mão de técnicos holandeses da Fundação Lockorn. Nesse ano foram feitas experiências nos concelhos de Sever do Vouga e Trancoso no sentido de determinar se possuíam as condições indicadas para a produção do mirtilo, vindo a constatar-se que o concelho de Sever do Vouga reunia as condições ideais que, associadas às características do solo e do microclima, permitiam a produção precoce do mirtilo.

A primeira experiência-piloto ocorreu nuns terrenos da Fundação Bernardo Barbosa de Quadros, uma IPSS localizada na freguesia de Rocas do Vouga. Pouco depois eram 11 os produtores que se aventuraram nessa nova cultura, passando a 42 nos anos seguintes.

Actualmente a cultura do mirtilo está espalhada de Norte a Sul do país. No concelho de Sever do Vouga contam-se algumas centenas de produtores e o mirtilo e os produtos a ele associados representam um peso importante para a economia local e para o orçamento de muitas famílias.