Obras de arte bruta e singular da colecção Treger/Saint Silvestre Obras de arte bruta e singular da colecção Treger/Saint Silvestre D. R.

Cultura, 16 de Julho de 2015 

Por Redacção

O belo e o monstruoso no Núcleo de Arte da Oliva

O Núcleo de Arte da Oliva, em S. João da Madeira, inaugura uma nova exposição nesta sexta-feira, às 18:30, sob o título “I’m a Beautiful Monster”.

Patentes estarão cerca de 90 obras da colecção Treger/Saint Silvestre, cedida em depósito ao município sanjoanense, responsável por aquele espaço cultural.

A convite do Núcleo de Arte da Oliva, a curadoria desta nova exposição é da italiana Antonia Gaeta, que comissariou diversas exposições em Portugal e no estrangeiro e  foi coordenadora executiva das representações oficiais portuguesas nas Bienais de Arte de Veneza (edições 2009 e 2011) e de São Paulo (edições 2008 e 2010) para a Direcção-Geral das Artes. Na edição deste ano da Bienal de Veneza foi a curadora da representação angolana.

Constituída por arte bruta e singular e construída na “relação entre o belo e o monstruoso”, a mostra “I’m a Beautiful Monster” vai buscar o título a um livro de poesia, prosa e provocação de Francis Picabia (editado nos Estados Unidos em 1940), que Antonia Gaeta utiliza “com o intuito de, ironicamente, desmistificar ideias erróneas sobre este tipo de trabalho artístico”.