No final do mês as atenções voltam-se para Vilarinho de S. Roque, no concelho de Albergaria-a-Velha, onde nos dias 27 e 28 esta aldeia recebe pelo terceiro ano consecutivo o festival HFA No final do mês as atenções voltam-se para Vilarinho de S. Roque, no concelho de Albergaria-a-Velha, onde nos dias 27 e 28 esta aldeia recebe pelo terceiro ano consecutivo o festival HFA D. R.

Região, 3 de Junho de 2015 

Por Redacção

Há Festa na Aldeia solidifica cooperação em Terras do Sousa

O Há Festa na Aldeia, lançado em 2013 pela Associação de Desenvolvimento Rural Integrado das Terras de Santa Maria (ADRITEM), continua a expandir-se em Terras do Sousa, mercê da cooperação mantida com a sua congénere ADER-SOUSA.

Castromil (concelho de Paredes), que no próximo ano integra o projecto, foi palco este domingo para a apresentação pública do HFA 2015, numa sessão muito participada que antecedeu a recriação “Via Lucci” concebida pela população, sob coordenação do padre Pedro Silva.

Está lançada a semente que irá naturalmente fortalecer, uma vez que estamos a falar de um projecto com sucesso noutros territórios e que tem tudo para que tal aconteça também em Castromil, uma aldeia com história no concelho”, disse o vice-presidente da Câmara de Paredes, Pedro Mendes.

António Grifo, director da ADRITEM, reconhece a importância de estender o Há Festa na Aldeia a outras paragens, colocando em evidência uma metodologia eficaz e com provas dadas.

A parceria estabelecida entre a ADRITEM e a ADER-SOUSA é um ‘casamento’ importante, solidificando o desenvolvimento de aldeias pouco conhecidas, mas com grande potencial”, salientou.

O alargamento do projecto ao Vale do Sousa, iniciado no passado ano, já com actividades nas aldeias de Felgueira e do Burgo, tem-se traduzido “num trabalho gratificante junto das populações”, segundo o coordenador da ADER-SOUSA (Associação de Desenvolvimento Rural das Terras do Sousa), José António Barbieri Cardoso.

O Há Festa na Aldeia quer dizer que há vida no território e, nesse sentido, queremos com esta iniciativa continuar a dinamizar as nossas aldeias”, sublinhou.

Para a coordenadora da ADRITEM, Teresa Pouzada, Castromil é mais uma entre outras aldeias que “têm muito a ganhar” com este pioneiro projecto de desenvolvimento local.

O Há Festa na Aldeia é um projecto que tem como objectivo provocar a comunidade e levá-la a que seja actuante no seu destino, criando novos atractivos, requalificando as aldeias e dinamizando a própria economia local”, frisou.

Realçando o trabalho em rede entre as aldeias aderentes, a mobilização das pessoas e o envolvimento do movimento associativo, Teresa Pouzada fez questão de realçar que “os resultados são satisfatórios e que o HFA 2015 irá manter esta dinâmica”.

No final do mês as atenções voltam-se para Vilarinho de S. Roque, no concelho de Albergaria-a-Velha, onde nos dias 27 e 28 esta aldeia recebe pelo terceiro ano consecutivo o festival HFA, com uma proposta de fim-de-semana que promete muita animação, estimulando os usos e costumes, as tradições culturais e a gastronomia.