ADRITEM traça balanço positivo do projecto iniciado em 2013 ADRITEM traça balanço positivo do projecto iniciado em 2013 D. R.

Oliveira de Azeméis, 27 de Maio de 2015 

Por Redacção

Redução do consumo energético é tarefa de todos

O projecto “Enermin”, promovido pela Associação de Desenvolvimento Rural Integrado das Terras de Santa Maria (ADRITEM), congregou 16 empresas da região desafiadas a reduzir o consumo energético inerente à sua actividade produtiva, num programa estruturado de intervenção cujo balanço é positivo.

O desafio foi lançado e as empresas reconheceram neste projecto uma oportunidade para fazer face a uma conjuntura em grande parte desfavorável”, afirmou António Grifo, director da ADRITEM, na abertura do seminário de encerramento do “Enermin” que decorreu na passada quinta-feira (dia 22 de Maio) no Centro Cívico Justino Portal, em Cesar, concelho de Oliveira de Azeméis.

A iniciativa permitiu a apresentação dos resultados deste projecto, executado, desde 2013, pela INDICE ICT & Management, Lda.

Defendendo que a aposta na eficiência energética significa mudar comportamentos, mas também investir em algumas áreas de actividade, António Grifo destacou que o trabalho desenvolvido permitiu alcançar “um objectivo muito simples: reduzir os custos com energia nas empresas”.

Para o director técnico da INDICE ICT & Management, Lda, Filipe Brízida, “foi um processo ambicioso, dado o número de empresas que envolveu, com realidades diferentes, mas com um objectivo comum: promover a competitividade, a capacidade de resposta e presença activa no mercado global, através da aposta na redução do consumo energético”.

A certificação energética, a formação, o Benchmarking foram algumas das “ferramentas” utilizadas ao longo deste programa que no universo das empresas abrangeu 900 formandos em 1.700 horas de monitoria. Em paralelo, decorreram quatro seminários, com 33 oradores e perto de duas centenas de participantes.

Além de outros investimentos suplementares (como auditorias, equipamentos informáticos, ensaios e calibrações), o “Enermin” teve ainda uma forte componente tecnológica, onde destacamos a construção do portal associado ao projecto e a criação de um software de gestão de sistema de energia.

O programa do seminário de encerramento – que contou com intervenções de Carlos Vila (APCER – Associação Portuguesa de Certificação), Jorge Borges de Araújo (Associação Portuguesa das Empresas de Serviços de Energia) e Miguel Oliveira (Universidade de Aveiro) – contou com uma breve apresentação sobre os instrumentos financeiros do novo Quadro Comunitário Portugal 2020, a cargo de Sónia Camisa, da Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Norte (CCDR-N).