Anabela Oliveira é professora auxiliar na Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro e investigadora no Labcom Anabela Oliveira é professora auxiliar na Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro e investigadora no Labcom D. R.

Cultura, 16 de Abril de 2015 

Por Redacção

Uma conversa sobre Federico Fellini com Anabela Oliveira

No mês de Abril no cinema Dolce de Vita de Ovar faz-se a Festa do Cinema. A Sala, que no próximo dia 24 de Abril celebra um ano desde a sua reabertura, oferece uma programação variada para todos os gostos e públicos.

Esta sexta-feira, pelas 15:00, regressam as conversas com os convidados especiais que transformam a sala num espaço de debate e partilha. Em Abril a conversa será com Anabela Dinis Branco Oliveira, professora auxiliar na Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro e investigadora no Labcom.

Doutorada em Literatura Comparada, orienta a sua investigação científica no âmbito dos estudos interartes, nomeadamente nas relações entre literatura e cinema. É autora do livro “Entre Vozes e Imagens – a presença das imagens cinematográficas nas múltiplas vozes do romance português (anos 70-90)”.

Leciona vários seminários no âmbito da análise do discurso fílmico e das relações dialógicas entre o cinema e outras artes. Autora do curso “Cinema: Alquimia das Artes” na Fundação de Serralves (Porto,2009). Teve participações em júris e workshops em festivais e mostras de escolas de cinema.

Nos últimos tempos a investigadora tem-se dedicado à obra de Federico Fellini.

Após a conversa o público poderá assistir ao filme “Que Estranho chamar-se Federico”, de Ettore Scola, uma homenagem e um retrato de Federico Fellini pelo realizador e amigo no vigésimo aniversário da morte do grande cineasta.

O Cinema Dolce Vita de Ovar é o organizador do evento, em parceria com o Dolce Vita de Ovar e conta com apoios locais.