“Encontrar a fotografia por entre os filmes” procura juntar filmes e palavras no sentido de reforçar esta proximidade num evento único “Encontrar a fotografia por entre os filmes” procura juntar filmes e palavras no sentido de reforçar esta proximidade num evento único D. R.

Cultura, 20 de Fevereiro de 2015 

Por Redacção

Dia da fotografia no Dolce Vita de Ovar

No Cinema Dolce Vita, em Ovar, 28 de Fevereiro é o dia da fotografia. Um dia em que as imagens fotográficas são o mote para procurar encontrar a fotografia por entre os filmes.

O cinema, sempre teve uma relação de grande proximidade com a fotografia, acompanhando-a na sua evolução histórica, estética e tecnológica, criando um quase espaço comum de influência constante. As preocupações da sociedade, da criação artística e da economia, parecem aproximar a fotografia e o cinema num campo quase comum.

O programa inicia às 16:00 com uma conversa sobre fotografia e cinema que antecederá a exibição de três curtas-metragens. A conversa decorrerá com a participação de Carlos Ramos e de Luís Oliveira Santos.

Carlos Ramos é presidente da associação vareira “Os Amigos do Cáster”. Vocacionada para as áreas do ambiente, cultura e solidariedade social, esta entidade organiza anualmente o “Ambiente Imagens Dispersas – Encontro de Fotografia Cidade de Ovar”.

Luís Oliveira Santos, realizador do documentário “A Luz da Terra Antiga”, será outro dos participantes. Sendo arquitecto, professor e fotógrafo, falará sobre o seu filme que aborda uma viagem com Duarte Belo à procura dos territórios da fotografia de Orlando Ribeiro. Um documentário nomeado para os Prémios Sophia 2014, sobre a inexorável passagem do tempo.

Para além da exibição deste filme, será exibido o filme “Luz Clara”, realizada por Miguel Lima e Vasco Vieira, uma curta-metragem que dá a conhecer a história inspiradora do fotógrafo José Cruz que se dedica a fotografar recém-nascidos. A assim como “Ruga”, de Miguel Serra e Sofia Barata, que apresenta a vida não linear e as curvas e contracurvas que nos fazem.

Para terminar este dia o público poderá rever o documentário “Women are herores”, do fotógrafo francês JR. Retratos de mulheres de alguns dos sítios mais impossíveis de viver no mundo, filmados e expostos num projecto que atravessa locais inóspitos de África, Ásia e América do Sul.

No espaço do Centro Comercial Dolce Vita estará em exposição, parte da mostra fotográfica “Uma frincha sobre um museu”, de Mariana Macedo, e constituída por imagens fotográficas que juntam em registo fotográfico, máquinas de cinema com as pessoas da região.

O Cinema Dolce Vita de Ovar é o organizador do evento, contando com vários apoios locais e procurando dar continuidade a uma programação diferenciada e interventiva, que se iniciou o mês passado com a “Festa do Documentário e da Música”.