Bombeiros de Vale de Cambra homenageados pelo município no seu Dia e pelo 55º aniversário da Associação Humanitária. Mudança para as novas instalações aproxima-se Bombeiros de Vale de Cambra homenageados pelo município no seu Dia e pelo 55º aniversário da Associação Humanitária. Mudança para as novas instalações aproxima-se D. R.

Sociedade, 12 de Janeiro de 2015 

Por Alberto Oliveira e Silva

Bombeiros de Vale de Cambra homenageados pelo município

Os Bombeiros Voluntários (BV) de Vale de Cambra poderão muito em breve ocupar o seu novo quartel operacional, recentemente concluído na zona industrial de Lordelo/Codal.

Miguel Soares, presidente da Associação Humanitária (AH) da corporação, disse à imprensa que as camaratas para os voluntários já estão preparadas e que está na fase de “obter orçamentos” para o restante equipamento de que as instalações necessitam.

O dirigente recordou que esta edificação representa um investimento superior a milhão e meio de euros, com comparticipação comunitária de 85 por cento sobre 1,1 milhões.

Realçando que ainda falta pagar 450 mil euros, o presidente da AH vincou que se mantém activa a campanha de angariação de fundos.

Miguel Soares já lança os olhos para o próximo desafio: a edificação, num terreno cedido pela Câmara Municipal de Vale de Cambra, de um edifício destinado ao que designou de “parte social” da instituição e que, nomeadamente, terá a função de semear nas novas gerações a semente do voluntariado que levará à formação de mais bombeiros voluntários.

Pretendemos estar preparados e, por isso, precisamos da ajuda de todos”, vincou o responsável na sessão solene que deu expressão, no passado dia 08 de Janeiro, nos Paços do Concelho, à comemoração do Dia Municipal do Bombeiro e aos 55 anos da Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários de Vale de Cambra.

Realçando a “tarefa hercúlea” que permitiu construir o quartel operacional, enfatizou o grau de preparação dos 90 operacionais da corporação, gente – disse – dotada de “formação actualizada”, garantida, até, em “instituições do ensino universitário”.

Sóis muitas vezes heróis!”, sublinhou José Pinheiro, dirigindo-se aos bombeiros voluntários. O presidente da câmara cambrense considerou que 2015 ficará como “um marco” na História da instituição.

Refira-se que, fruto de uma candidatura da Área Metropolitana do Porto, o município pôde entregar à corporação 29 equipamentos individuais de protecção, no valor de quase 13 mil euros.

O autarca definiu a comemoração como um imprescindível “momento de reconhecimento e evocação” do muito que os BV têm dado a Vale de Cambra.

Nos Paços do Concelho, está patente uma exposição com fotos, objectos e equipamentos que atestam o trajecto da corporação valecambrense.