O equipamento projectado, único no mercado, permite o estudo laboratorial do consumo de energia, da resposta dos equipamentos, ou até de temperaturas atingidas para um vasto leque de situações O equipamento projectado, único no mercado, permite o estudo laboratorial do consumo de energia, da resposta dos equipamentos, ou até de temperaturas atingidas para um vasto leque de situações D. R.

Santa Maria da Feira, 17 de Setembro de 2014 

Por Redacção

ISVOUGA inicia estudos de equipamentos energéticos

Durante o ano académico de 2013/2014 o ISVOUGA (Instituto Superior de Entre Douro e Vouga) desenvolveu, em parceria com a Fluídica, um equipamento para testes de equipamentos friogéneos e de equipamentos de frio e calor.

O trabalho do aluno finalista da licenciatura em Engenharia de Produção Industrial, Paulo Santos, foi coordenado por Nuno Calçada Loureiro, docente do ISVOUGA, e contou com a especial colaboração de Jorge Silva, da Fluídica.

A principal vantagem deste equipamento é que permite simular uma máquina frigorífica e bomba de calor em alguns regimes de trabalho e com vários friogéneos.

As máquinas frigoríficas e as bombas de calor são equipamentos que permitem o arrefecimento ou aquecimento de espaços com baixa necessidade de energia sendo normal os índices de performance destes equipamentos serem superiores a 100 por cento.

Com esta parceria, o ISVOUGA disponibiliza mais um serviço às indústrias e dotou a licenciatura de Engenharia de Produção Industrial de um novo instrumento pedagógico importante na área térmica.

A parceria com a Fluídica, empresa relativamente recente (fundada em 1987), mas com provas dadas nas áreas térmicas e energéticas, demonstrou as potencialidades da cooperação entre as indústrias e o ensino superior nas áreas do I&D&I e de transferência de tecnologia.