O melhoramento – resultado da renovação de um estabelecimento já existente – representou um investimento na ordem dos 300 mil euros O melhoramento – resultado da renovação de um estabelecimento já existente – representou um investimento na ordem dos 300 mil euros Júlia Oliveira

Região, 7 de Maio de 2014 

Por Redacção

“Figurino do Douro” é nova proposta gastronómica na região

A abertura do restaurante “Figurino do Douro”, em Melres, reforçou a oferta gastronómica na região e “embelezou a montra fantástica, concebida pelas características únicas do rio Douro”, afirmou o presidente da Câmara de Gondomar, Marco Martins.

Tudo aquilo que tem a ver com dinamização da economia local, criando riqueza e novos postos de trabalho, é para nós um motivo de orgulho”, disse, realçando o papel “determinante” da Associação de Desenvolvimento Rural Integrado das Terras de Santa Maria (ADRITEM) na concretização deste tipo de projectos e que deve servir de exemplo para que outros empresários invistam no concelho.

O autarca presidiu no passado dia 30 de Abril à cerimónia de inauguração do “Figurino do Douro”, com capacidade para 120 pessoas e que estará aberto todos os dias entre as 10 e as 24 horas.

Para o proprietário do espaço, Valter Viana, “a vista magnífica sobre o rio, aliada à qualidade do serviço – que procura ligar pratos tradicionais com gastronomia moderna -, são motivos suficientes para uma visita”.

Pretendemos que este projecto tenha um percurso glorioso e que seja uma casa de referência na região”, salientou.

O melhoramento – resultado da renovação de um estabelecimento já existente – representou um investimento na ordem dos 300 mil euros, verba comparticipada pelo Programa de Desenvolvimento Rural (PRODER), através da ADRITEM.

Segundo o presidente da União das Freguesias de Medas e Melres, José Gonçalves, o moderno estabelecimento dinamizado “com força e tenacidade é mais um atractivo para quem por aqui passa, com o Douro como pano de fundo”.

Os trabalhos de renovação levados a cabo durante cerca de um ano permitiram dar resposta às exigências actuais de conforto e salubridade, mantendo, por isso, o sistema construtivo existente com introdução de melhorias acústicas, térmicas e de impermeabilização.

É mais um projecto – entre muitos outros – que a ADRITEM aprovou na sua curta existência. De uma forma organizada, a sua acção tem permitido que fundos comunitários sejam disponibilizados para apoiar projectos credíveis como este”, sublinhou Joaquim Viana, que representou a ADRITEM na cerimónia de inauguração do restaurante “Figurino do Douro”.