Emídio Sousa reafirma que economia e emprego estão assentes em exportações Emídio Sousa reafirma que economia e emprego estão assentes em exportações D. R.

Região, 16 de Março de 2014 

Por Redacçao

“Vamos continuar a promover a internacionalização das empresas localizadas em Santa Maria da Feira”

Internacionalizar para compensar o reduzido mercado português é a trajectória a seguir pelas empresas, numa altura em que a economia e o emprego estão assentes em exportações, defendeu o presidente da Câmara de Santa Maria da Feira, Emídio Sousa.

Se as empresas conquistarem novos mercados, aumentam os seus índices de produtividade e, consequentemente, criam mais emprego”, disse. “Nesse sentido, a autarquia vai continuar a promover a internacionalização das empresas localizadas no município”, salientou, dando como exemplo a recente mostra de calçado e marroquinaria dinamizada na Suíça, com resultados “francamente positivos”.

A Internacionalização representa uma forte aposta do actual executivo autárquico”, frisou.

O presidente da Câmara Municipal falava à margem do encontro “Internacionalização de proximidade”, que reuniu esta sexta-feira em S. João da Madeira empresários e empreendedores, numa iniciativa do Clube de Empresários local. Emídio Sousa foi um dos palestrantes convidados e aproveitou a ocasião para enumerar projectos em curso de ajuda à internacionalização das empresas – através de “um trabalho de procura de novos mercados” – e a criação de uma plataforma, a lançar este mês, visando “promover a interacção de empresários com feirenses radicados no estrangeiro e que podem vir a constituir-se como elementos de ligação das empresas com novos mercados”.

A nossa diáspora é um grande recurso para o desenvolvimento económico, daí a importância do trabalho junto das comunidades portuguesas espalhadas pelo mundo”, acrescentou.