A nova linha “vem dar seguimento ao sucesso” do instrumento similar vigente em 2013, sublinhou Pires de Lima A nova linha “vem dar seguimento ao sucesso” do instrumento similar vigente em 2013, sublinhou Pires de Lima Jornal Público

Economia, 7 de Fevereiro de 2014 

Por Redacção

Governo “investe” mais dois mil milhões em nova “Linha PME”

Em Março entra em vigor a “Linha PME Crescimento 2014”, que vem substituir a sua congénere para o ano de 2013, cujo âmbito termina no final do mês. Com este novo instrumento, o governo coloca mais dois mil milhões de euros à disposição das pequenas e médias empresas.

O gosto“ de anunciar a renovação do apoio coube a Pires de Lima, o ministro da Economia, que esta quinta-feira presidiu, no Europarque de Santa Maria da Feira, à atribuição dos prémios “PME Excelência 2013”, que distinguiram 1.103 empresas.

Realçando que a contracção do crédito afectou grandemente o universo empresarial português, com destaque para as micro e PME, o governante ainda acentuou que as empresas do nosso País têm estado a concorrer com as suas congéneres comunitárias em situação de desvantagem, no que diz respeito ao spread das taxas de juro.

A nova linha “vem dar seguimento ao sucesso” do instrumento similar vigente em 2013, sublinhou Pires de Lima.

O ministro da Economia vincou que esta “Linha PME” se divide em quatro pacotes, cada qual dotado de 500 milhões de euros: “um eixo” para apoio às micro e pequenas empresas; uma linha geral, que se subdivide em sustentáculo às tesourarias e a projectos de investimento; e um eixo específico para incentivo às exportações.

Louvando o “exemplo” das PME premiadas, o titular da pasta da Economia aproveitou para veicular uma mensagem de optimismo e “de esperança” quanto ao desenvolvimento da economia portuguesa.