Vice-governadora da Lunda-Norte considera que o município “é muito interessante”. Câmara Municipal disponível para servir de intermediária Vice-governadora da Lunda-Norte considera que o município “é muito interessante”. Câmara Municipal disponível para servir de intermediária D. R.

Santa Maria da Feira, 27 de Janeiro de 2014 

Por Alberto Oliveira e Silva

Província de angola procura investimentos e parcerias em Santa Maria da Feira

Uma delegação do Governo da província angolana da Lunda-Norte – liderada pela vice-governadora para o sector económico, Deolinda Vilarinho – esteve recentemente em Santa Maria da Feira, no âmbito de uma visita que, segundo a responsável, visa detectar possibilidades de negócios.

Procuramos parceiros e investidores em vários países, entre os quais Portugal”, salientou a responsável, acrescentando que a Feira “é um município muito interessante”.

A vice-governadora referiu que a Lunda-Norte busca “parceiros estratégicos”, definindo o concelho santamariano como um pólo de dinamismo empresarial e industrial. Também destacou a notoriedade alcançada pelos grandes eventos culturais feirenses.

Refira-se que a delegação angolana foi recebida nos Paços do Concelho por Emídio Sousa.

O presidente da Câmara manifestou-se disponível para receber e acompanhar delegações de empresários de Angola que queiram visitar o território de Santa Maria da Feira.

Temos empresas muito fortes, com grande know-how, mas que precisam de expandir os seus negócios”, vincou o autarca.

Assinalou um universo empresarial feirense de 15 mil empresas, destacando os sectores do calçado de luxo, da cortiça, da construção civil, da metalomecânica, das ferragens, das tintas e das embalagens.

Emídio Sousa reiterou o empenho do município na prossecução de uma política de apoio ao tecido empresarial concelhio, com enfoque na internacionalização das empresas e no aproveitamento de laços – existentes ou a reactivar – com as comunidades de santamarianos espalhados pelo mundo.

O edil ainda se mostrou disponível para a activação de uma parceria entre o Município de Santa Maria da Feira e a Província da Lunda-Norte nos domínios da educação e da formação, através da promoção de intercâmbios com empresas, escolas profissionais e instituições do Ensino Superior que possam acolher jovens licenciados angolanos.