Estão previstas 52 estreias em Portugal e 10 estreias mundiais e registar-se-á uma forte presença da cinematografia francesa Estão previstas 52 estreias em Portugal e 10 estreias mundiais e registar-se-á uma forte presença da cinematografia francesa D. R.

Cultura, 30 de Outubro de 2013 

Por Alberto Oliveira e Silva

CINANIMA regressa com maior diversidade e ambição renovada

 

A edição deste ano do CINANIMA, que decorrerá de 11 a 17 de Novembro, vai apresentar um total de 300 filmes – 70 dos quais em sessões competitivas – nos três pólos culturais da Cidade de Espinho: Centro Multimeios, Biblioteca Municipal e FACE (Fórum de Arte e Cultura de Espinho).

O cinema de animação português marcará presença competitiva: 14 filmes disputarão os Prémios “António Gaio” – homenagem ao mentor e director do certame – e “Jovem Cineasta Português”.

Estão previstas 52 estreias em Portugal e 10 estreias mundiais e registar-se-á uma forte presença da cinematografia francesa, que concorrerá com 15 filmes. Também haverá filmes da Suíça, Alemanha, Polónia, Rússia, Brasil, Canadá, Estados Unidos, Japão e China, entre outros países.

Na apresentação do certame à Imprensa, António Santos, presidente da Cooperativa “Nascente”, que organiza o Festival Internacional de Cinema de Animação de Espinho em parceria com a Câmara Municipal, sublinhou que a edição deste ano – a 37ª – será marcada por uma “maior ambição”.

Acentuou o grande número de filmes que serão apresentados, assumindo, também, a expectativa de um aumento de público. “Temos sido sondados para deslocações em massa”, enfatizou, concretizando que têm chegado pedidos de universidades espanholas.