Reinventar velhas receitas ou mesmo criar novos “pratos” é o desafio da iniciativa, apoiada pelas empresas Novarroz e Caçarola Reinventar velhas receitas ou mesmo criar novos “pratos” é o desafio da iniciativa, apoiada pelas empresas Novarroz e Caçarola D. R.

Oliveira de Azeméis, 9 de Setembro de 2013 

Por Redacção

Chef Rui Paula vem dar uma ajuda ao menu do Há Festa na Aldeia

O conceituado Chef Rui Paula vai ministrar um Ul, no concelho de Oliveira de Azeméis, um workshop dirigido às associações locais, que pretende ajudar a criar propostas gastronómicas para deliciar os participantes do Há Festa na Aldeia, onde o pão e o arroz façam parte integrante.

Ul acolhe este fim-de-semana o Há Festa na Aldeia, naquele que será o encerramento do primeiro ciclo de eventos deste projecto, promovido pela Associação de Desenvolvimento Rural Integrado das Terras de Santa Maria (ADRITEM).

O conceito da iniciativa mantém-se em relação aos anteriores quatro eventos-âncora, estimulando o sentimento de pertença das populações residentes, envolvendo as pessoas e o movimento associativo”, afirma a coordenadora da ADRITEM, Teresa Pouzada.

O programa vai, naturalmente, voltar a surpreender os visitantes, culminando da melhor forma o primeiro ciclo de eventos deste projecto”, garante.

Os concertos das bandas Melech Mechaya e Diabo na Cruz (no sábado à noite) são dois dos atractivos da programação que inclui, entre outras actividades, espectáculos, animação de rua e teatro.

Durante os dois dias decorre ainda (entre as 10h00 e as 19h00) um mercado de produtos regionais, um espaço dedicado aos jogos tradicionais e a exposição “Memoria da Aldeia”.

Outro dos destaques é a Rota do Moleiro, com visitas guiadas aos vários núcleos do Parque Molinológico de Ul.

A aldeia abrange os lugares do Avelão, Crasto e Salgueirinha, onde se insere o Parque Temático Molinológico, um autêntico “museu vivo” das estruturas da confecção do pão e de moagem de cereais com mais de 200 anos de existência.

Os moinhos de água, cuja existência é aludida com pormenor no século XVIII, são uma referência local. No início, ai se moía o milho, depois o trigo e, mais tarde, passou a descascar-se o arroz.

Ul é um oásis por descobrir”, sublinha Teresa Pouzada. “Estamos a falar de uma aldeia com características muito próprias próxima de um centro urbano, com bastante população e com uma forte dinâmica associativa e industrial”, explica.

Ao contrário de outras, não perdeu as suas actividades mais relevantes. Aqui a tradição ainda é o que era, mas sempre com um ritmo de evolução próprio dos nossos dias. Veja-se o exemplo do pão e do arroz, onde os processos produtivos foram crescendo de forma meteórica”, salienta.

Projecto pioneiro de desenvolvimento do território, financiado pelo Programa de Desenvolvimento Rural (PRODER), o Há Festa na Aldeia é promovido pela ADRITEM nas aldeias de Areja, Couce, Porto Carvoeiro, Ul e Vilarinho de S. Roque.

O desafio passa por envolver activamente a população estimulando os usos e costumes, as tradições culturais e a gastronomia.

O Há Festa na Aldeia em Ul conta com a parceria do município de Oliveira de Azeméis e o apoio das juntas de freguesia de Ul, Loureiro e Travanca.

Workshop com Chef Rui Paula

O Chef Rui Paula vai ministrar a partir desta segunda-feira um workshop dirigido às associações locais. A ideia é que da formação resultem propostas gastronómicas para deliciar os participantes do Há Festa na Aldeia, onde o pão e o arroz, produtos característicos de Ul, façam parte integrante.

Reinventar velhas receitas ou mesmo criar novos “pratos” é o desafio da iniciativa – apoiada pelas empresas Novarroz e Caçarola – que pretende “reforçar a importância destes produtos, com história na aldeia, no contexto regional”.

Rui Paula nasceu no Porto, em 1967, mas foi no concelho duriense de Alijó, nas férias passadas em casa da família, que desenvolveu desde cedo o gosto pela cozinha, influenciado pela forte ligação à avó materna e às comidas que esta preparava baseadas em receitas antigas e no uso dos produtos da terra.