De acordo com a organização, a afluência em termos de público presente “superou todas as expectativas” De acordo com a organização, a afluência em termos de público presente “superou todas as expectativas” D. R.

Arouca, 19 de Setembro de 2013 

Por Redacção

Filme espanhol vence festival de cinema de Arouca

O filme “Dios por el cuello”, do realizador espanhol José Trigueiros, venceu a Lousa de Ouro do 11º Arouca Film Festival, que decorreu no passado fim-de-semana. O trabalho cinematográfico conquistou também os prémios para o melhor filme de ficção e melhor argumento.

Relativamente aos premiados, destacou-se ainda o filme “Second wind”, de Sergey Tsyss (Rússia), que arrebatou dois prémios – a Lousa de Prata, para o segundo melhor filme do festival e o prémio de melhor filme experimental.

Das cerca de 300 películas inscritas inicialmente, foram presentes a concurso 41 curtas-metragens, provenientes de nove países.

Com uma organização a cargo do Cine Clube de Arouca, o certame deste ano encerrou com um balanço “extremamente positivo”.

De acordo com a organização, a afluência em termos de público presente “superou todas as expectativas”.

Foram perto de sete centenas de pessoas que marcaram presença durante os três dias do certame e foi com agradável surpresa que assistimos à presença de um público atento, interessado e participativo que aplaudiu, com entusiasmo, todos os filmes projectados”, refere Cátia Camisão, subdirectora do evento.

Para João Rita, director do festival, “foram vários os motivos de interesse que conduziram ao sucesso desta edição, desde logo, as sessões competitivas que trouxeram até nós verdadeiras maravilhas da cinematografia mundial, os workshops que nos brindaram com momentos de aprendizagem e partilha, as actuações de dança a cargo das Aerodance e dos Panteras, o teatro trazido pelo Grupo Cultural e Recreativo de Rossas e o encerramento que contou com a estreia da Orquestra Ligeira da Banda Musical de Figueiredo. Estes foram alguns dos ingredientes que conquistaram todos os presentes, vincando a imagem da originalidade e inovação que tão bem caracterizam este festival de cinema”.

Segundo o director do festival, “desta forma, tornou-se possível reunir, no mesmo espaço e, durante um fim-de-semana, o cinema, o teatro, a música e dança, numa verdadeira festa do cinema”.