Emídio Sousa é o presidente da Associação de Desenvolvimento Rural Integrado das Terras de Santa Maria (ADRITEM) Emídio Sousa é o presidente da Associação de Desenvolvimento Rural Integrado das Terras de Santa Maria (ADRITEM) D. R.

Região, 1 de Julho de 2013 

Por Redacção

“Não faltam motivos para visitar por esta altura as aldeias de Portugal das Terras de Santa Maria”

O projecto “Há Festa na Aldeia”, que tem o seu primeiro evento-âncora dias 06 e 07 de Julho em Vilarinho de S. Roque (Albergaria-a-Velha), quer promover o desenvolvimento sustentável de pequenos núcleos rurais, afirma o presidente da Associação de Desenvolvimento Rural Integrado das Terras de Santa Maria (ADRITEM), Emídio Sousa.

A nossa tarefa é, antes de tudo, assegurar a preservação da identidade local, estimulando o sentimento de pertença das populações residentes e criando uma atitude proactiva de integração nas diversas iniciativas para com tal enraizamento sociocultural se atinja uma nova e duradoura qualificação destas povoações que fazem parte da rede ‘Aldeias de Portugal’”, diz o responsável.

Projecto pioneiro de desenvolvimento do território, o “Há Festa na Aldeia” é promovido pela ADRITEM nas aldeias de Areja, Couce, Porto Carvoeiro, Ul e Vilarinho de S. Roque. O desafio passa por envolver activamente a população estimulando os usos e costumes, as tradições culturais e a gastronomia.

Tem sido um trabalho de proximidade e de animação das parcerias locais”, salienta Emídio Sousa. “Em cada aldeia decorrem de forma regular reuniões entre a população e o grupo de trabalho, onde se abordam os anseios, necessidades e soluções para a melhoria do território, tendo em vista a estruturação de uma estratégia conjunta de desenvolvimento local”, explica.

Os eventos-âncora, que arrancam em Vilarinho de S. Roque – onde o rio Fílvela corre pela aldeia desenhando cascatas de água e alimentando moinho e regadios -, acontecem entre Julho e Setembro, com um cartaz diferenciado de dois dias nas cinco localidades.

A programação inclui, entre outras actividades, espectáculos, animação de rua, teatro e folclore.

Durante o certame, os visitantes encontram espaços com jogos tradicionais, gastronomia, um mercado com produtos regionais, exposições sobre a história da aldeia e podem ainda conhecer o trabalho de pesquisa do mentor do projecto “A música Portuguesa a gostar dela Própria”, Tiago Pereira, com momentos únicos, testemunhos e ritmos locais.

Não faltam motivos para visitar por esta altura as aldeias de Portugal das Terras de Santa Maria. Ambicionamos conquistar novos visitantes numa lógica de assegurar a revigoração das terras e das gentes”, acrescenta Emídio Sousa.

A ADRITEM conta neste projecto com a parceria dos municípios de Albergaria-a-Velha, Gondomar, Oliveira de Azeméis, Santa Maria da Feira e Valongo, além do apoio das juntas de freguesia de Canedo, Lomba, Ribeira de Fráguas e Ul.