“Uma das marcas de Valongo é o turismo de natureza e esta iniciativa vem, sem dúvida, promover um local de excelência a pouco mais de 10 minutos da cidade do Porto”, diz o presidente do município de Valongo, João Paulo Baltazar “Uma das marcas de Valongo é o turismo de natureza e esta iniciativa vem, sem dúvida, promover um local de excelência a pouco mais de 10 minutos da cidade do Porto”, diz o presidente do município de Valongo, João Paulo Baltazar Patrícia Ferreira

Região, 24 de Julho de 2013 

Por Redacção

Autarca de Valongo aplaude Há Festa na Aldeia

O presidente do município de Valongo, João Paulo Baltazar, considera que Couce tem a partir de agora “mais um atractivo” com a implementação do projecto Há Festa na Aldeia, promovido pela Associação de Desenvolvimento Rural Integrado das Terras de Santa Maria (ADRITEM).

Uma das marcas de Valongo é o turismo de natureza e esta iniciativa vem, sem dúvida, promover um local de excelência a pouco mais de 10 minutos da cidade do Porto”, diz.

Segundo o autarca, este projecto financiado pelo Programa de Desenvolvimento Rural (PRODER) “acabou por colocar no mapa a aldeia de Couce, que reúne condições únicas, em termos ambientais e paisagísticos”.

Esta povoação – em pleno centro das serras de Santa Justa e Pias – recebeu no passado sábado o terceiro evento-âncora do “Há Festa na Aldeia”.

A ADRITEM tem desenvolvido um trabalho notável que importa destacar, possui uma equipa proactiva, com quem se fala e se toma decisões com facilidade. A dinamização deste projecto é um bom exemplo disso mesmo”, sublinha João Paulo Baltazar.

A programação incluiu, entre outras actividades, espectáculos e animação de rua, onde se destacaram as actuações do “Tosta Mista” e dos “Re-Timbrar”.

Durante o dia, os visitantes usufruíram de passeios a cavalo, jogos tradicionais, canoagem, escalada, tiro ao arco e tiro zarabatana, caminhadas e passeios BTT.

A organização – que contou com o apoio do Município de Valongo – disponibilizou ainda uma zona alimentar, dinamizada pela Associação Recreativa e Cultural da Azenha.

Todas as aldeias têm-nos surpreendido pela positiva e Couce não fugiu à regra”, frisa a coordenadora da ADRITEM, Teresa Pouzada, salientando que “este ‘Há Festa na Aldeia’ apostou num programa adaptado à paisagem e ao ambiente, um modelo apreciado e que chamou muitos visitantes”.

Ficou provado que é possível desenvolver um turismo organizado sem interferir no dia-a-dia de quem ainda aqui vive. Couce tem um ritmo diferente, onde os residentes começam a perceber a importância destas iniciativas. Está dado o primeiro passo”, destaca Teresa Pouzada.

Projecto pioneiro de desenvolvimento do território, o Há Festa na Aldeia é promovido pela ADRITEM nas aldeias de Areja, Couce, Porto Carvoeiro, Ul e Vilarinho de S. Roque. O desafio passa por envolver activamente a população estimulando os usos e costumes, as tradições culturais e a gastronomia.