Emídio Sousa: “O País, tal como a Europa, vai apostar na industrialização, no desenvolvimento agrícola, e isto exige ‘saber fazer’, conhecimentos profissionais práticos” Emídio Sousa: “O País, tal como a Europa, vai apostar na industrialização, no desenvolvimento agrícola, e isto exige ‘saber fazer’, conhecimentos profissionais práticos” D. R.

Região, 2 de Maio de 2013 

Por Redacção

Presidente da ADRITEM defende valorização do ensino profissionalizante e sistema dual

O presidente da Associação de Desenvolvimento Rural Integrado das Terras de Santa Maria (ADRITEM), Emídio Sousa, defende que na actual conjuntura o ensino profissionalizante e o “sistema dual” devem ser valorizados.

Se há uma estratégia clara por parte do Governo em promover a reindustrialização, nós temos de nos adequar a esta procura”, disse, a propósito da realização da tertúlia “Qualificar para Desenvolver”, que decorreu esta segunda-feira em Louredo, concelho de Santa Maria da Feira.

O País, tal como a Europa, vai apostar na industrialização, no desenvolvimento agrícola, e isto exige ‘saber fazer’, conhecimentos profissionais práticos”, sublinhou Emídio Sousa.

O responsável lembrou que o documento “Estratégia para o Crescimento, Emprego e Fomento Industrial – 2013-2020″ se destina precisamente a dinamizar a reindustrialização, “centrada na competitividade e na valorização da produção nacional, ao longo da cadeia de valor para o reforço das exportações”.

O sector dos serviços está esgotado, há quase todos os dias encerramento de empresas e, nesse sentido, as pessoas mesmo que já tenham terminado o período ideal de estudos com mais de 20 ou 30 anos podem perfeitamente refazer a formação numa área profissional, pois é aqui que estão as oportunidades de trabalho”, acrescentou.

A tertúlia, que surge no contexto dos “Encontros para o Desenvolvimento Local” lançados pela ADRITEM e pela Divisão de Acção Social do Município de Santa Maria da Feira, contou, além de Emídio Sousa, com a participação de Clara Neves (Centro Educação do Futuro), Lucinda Ferreira (Agrupamento de Escolas de Santa Maria da Feira) e de Fernando Moreira (presidente da Junta de Freguesia de Louredo).

A sessão teve lugar no Centro Comunitário de Louredo – Espaço de Memórias e incluiu ainda a cerimónia de entrega dos certificados de formação do curso de higiene e segurança no trabalho, cuja entidade promotora foi a ADRITEM.

A instituição, que nesta iniciativa contou com a parceria da Câmara de Santa Maria da Feira e da Junta de Freguesia de Louredo, pretende com o ciclo de tertúlias sobre as várias áreas e sectores do desenvolvimento no território “contribuir para a construção conjunta da estratégia local, auscultando o pulsar do sector em debate e descortinando soluções ajustadas às necessidades e anseios das problemáticas locais”.

A próxima sessão, subordinada ao tema “A qualificação e identidade do artesanato local”, decorre no próximo dia 09 de Maio em Cucujães (Oliveira de Azeméis).