No painel “Inovar, Reinventar, Recriar” – moderado pelo director do EDV em Rede – debateram-se estratégias empresariais No painel “Inovar, Reinventar, Recriar” – moderado pelo director do EDV em Rede – debateram-se estratégias empresariais D. R.

Santa Maria da Feira, 29 de Maio de 2013 

Por Alberto Oliveira e Silva

Empreendedorismo em versão “Pirates” no ISPAB

Um “projecto de aceleração de jovens empresários” foi um dos destaques das “Jornadas do ISPAB” na passada quinta-feira. No auditório do Instituto Superior de Paços de Brandão debateram-se estratégias empresariais, nomeadamente, com enfoque no marketing, para estes tempos de competição global.

O “Startup Pirates” foi criado por um grupo de jovens licenciados na Universidade do Porto, que se perguntaram onde é que poderiam ganhar competências empreendedoras, que se somassem à teoria interiorizada nos bancos da Faculdade. Após participações nuns quantos eventos de motivação, trataram de fazer algo de diferente.

Adriana Almeida, rosto desta organização – enfatizou não ser uma empresa, antes entidade “sem fins lucrativos” – em S. João da Madeira, acentuou que resolveram trabalhar na “capacitação” dos candidatos a empreendedores – ensinando-lhes “como se faz”.

A intervenção deste Startup consiste numa semana de formação para grupos de 30 pessoas, que pagam 100 euros de inscrição. “Formação intensiva”, sublinhou a jovem.

É para pessoas que querem ser dinâmicas; pró-activas”, salientou Adriana, vincando que o conceito de empreendedorismo extravasa o processo de criar uma empresa, antes ajudando as pessoas a serem criativas nas suas várias dimensões.

Apesar disso, já competem no mercado 20 empresas nascidas após participações neste projecto de aceleração de jovens empresários.

De domingo a domingo, das 09.00 às 21.00 horas, integrados em equipas de dois formandos cada, os participantes apresentam as suas ideias de negócio ou de actividade, recebem formação em áreas técnicas – como a feitura de um plano de negócio, contabilidade ou aspectos jurídicos – e conselhos de mentores experientes, terminando o “curso” com a apresentação da proposta trabalhada a um grupo de jurados.

A ideia vencedora receberá vários prémios, nomeadamente10 horas de consultoria jurídica, 10 horas de serviços contabilísticos e, no caso de prever a criação de uma empresa, incubação grátis por seis meses.