Espaço será objecto de intervenção e plataforma de criação Espaço será objecto de intervenção e plataforma de criação D. R.

Cultura, 17 de Abril de 2013 

Por Redacção

Jovens criadores “ocupam” Matadouro

Mara Andrade, 25 anos, criadora e intérprete, e Marco Ferreira, 26 anos, bailarino e coreógrafo, são dois jovens criadores feirenses que, até ao final de Maio, “ocupam” a sala multiusos do antigo Matadouro Municipal de Santa Maria da Feira – espaço onde preparam os projectos que vão apresentar no âmbito do Mais Imaginarius.

Disponibilizarem-nos este espaço de forma tão natural foi incrível e tem sido muito útil para nós”, refere Mara, a jovem médica, apaixonada pela dança contemporânea, que vai participar no Festival Imaginarius pelo quarto ano consecutivo.

O plano de requalificação, material e imaterial, do Matadouro está em marcha e o objectivo central do projecto passa por converter este espaço num polo de criação artística e palco de apresentação de espectáculos, como, de resto, já aconteceu em edições anteriores do Imaginarius, com a utilização do pátio exterior, e como irá acontecer este ano no âmbito do Mais Imaginarius. Pela primeira vez, a nave central do edifício será palco de apresentação de cinco espetáculos de cariz mais alternativo, nas vertentes de dança, artes digitais e body art.

O Imaginarius – Festival Internacional de Teatro de Rua de Santa Maria da Feira realiza-se de 24 a 26 de Maio, no centro histórico da cidade, numa organização conjunta da Câmara Municipal e empresa municipal Feira Viva.