Considerando a actual conjuntura, estes resultados não deixam de surpreender os promotores Considerando a actual conjuntura, estes resultados não deixam de surpreender os promotores D. R.

Região, 22 de Fevereiro de 2013 

Por Redacção

Em três semanas PERM negociou 30 por cento dos lotes do parque de sucatas

Em apenas três semanas, a empresa intermunicipal PERM, responsável pela execução e gestão do Parque Empresarial de Recuperação de Materiais (PERM) das Terras de Santa Maria, negociou 30 por cento dos lotes disponíveis (35 de um total de 116).

Para o efeito, já foram celebrados três contratos de compra e venda referentes a 15 lotes (30 mil metros quadrados), estando já reservados mais 20 lotes (40 mil metros quadrados).

Considerando a actual conjuntura, estes resultados não deixam de surpreender Emídio Sousa, vice-presidente da Câmara de Santa Maria da Feira e presidente do conselho de administração da empresa PERM. “Se mantivermos esta procura, que superou as nossas expectativas, e se os empresários aproveitarem os preços especiais que proporcionamos até ao final de Março, creio que os restantes lotes serão rapidamente vendidos”, disse o autarca.

Considerado um dos maiores parques empresariais da região Norte, o PERM – localizado na freguesia de Pigeiros, em Santa Maria da Feira – fomentará a legalização de empresas que se dedicam à recuperação e reciclagem de materiais, sobretudo sucatas, e promoverá a racionalização do espaço ocupado.

A empresa intermunicipal PERM resulta de uma parceria entre a Associação de Municípios das Terras de Santa Maria, que inclui os municípios de Arouca, Oliveira de Azeméis, S. João da Madeira, Santa Maria da Feira e Vale de Cambra, e um consórcio privado, constituído por cinco empresas.

O PERM representa um investimento global de cerca de 15 milhões de euros, sendo cofinanciado em 8 milhões pelo “ON.2 – O Novo Norte” (Programa Operacional Regional do Norte).