O autor quis passar para o papel o gosto pelo pedestrianismo O autor quis passar para o papel o gosto pelo pedestrianismo D. R.

Oliveira de Azeméis, 1 de Fevereiro de 2013 

Por Redacção

Agostinho Santos lança “Pegadas e outras Histórias”

O livro “Pegadas e outras Histórias”, da autoria de Agostinho Santos, é lançado este sábado no Centro Cultural de Cucujães.

O livro foi mais um desafio, espero que os leitores tenham tanto gozo a ler quanto eu tive a escrever, independentemente disso ele é o perpetuar de memórias que o tempo poderia destruir”, disse o autor, que quis passar para o papel o gosto pelo pedestrianismo que nasceu a partir da sua ligação ao projecto “ANDAR”.

Ao escrever estas linhas, sinto-me abençoado. Cerca de dois anos e meio de escritos sobre este grupo que respeito e gosto, hoje, mais do que quando comecei. Este amor é sustentado pelas pessoas que entraram na minha vida e se tornaram parte dela, através do ‘ANDAR’”, referiu.

O resultado de todas as caminhadas é bem percecionado não só no meu corpo, como também no meu crescimento interior. Hoje, vejo nele a alegria e a promessa de renovação humana que continuarão a brilhar no futuro que já aí chega”, acrescentou.
Natural de Cucujães (Oliveira de Azeméis), Agostinho Santos, 46 anos, é uma amante das artes, onde a pintura surge como “principal paixão”.
O autor – que em termos profissionais se dedica ao desenho técnico – estudou no seminário das missões de Cucujães e Cernache do Bonjardim, tendo terminado os estudos na Escola Drº Serafim Leite (S. João da Madeira), frequentando o curso “Art e Design”.
A cerimónia de lançamento da obra “Pegadas e outras Histórias” decorre este sábado a partir 15:00.