Região, 23 de Janeiro de 2013 

Por Redacção

“ON.2” encerra ano com execução financeira superior à de 2011

O “ON.2 – O Novo Norte” (Programa Operacional Regional do Norte) encerrou o ano de 2012 com uma execução financeira de 492 milhões de euros, o maior volume de execução anual registado e mais 3 milhões do que o valor executado em 2011.

Com este resultado definitivo, a Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Norte (CCDRN) considera que “foram alcançadas as expectativas iniciais de assegurar um desempenho equivalente ao registado no ano anterior e contribuir para a melhor execução dos fundos comunitários na Região do Norte”.

Num ano marcado por uma conjuntura económica adversa, caracterizado por uma redução da disponibilidade de apoios da banca e de maiores dificuldades na transferência de verbas para a economia, importa destacar que o valor executado “permitiu a concretização de um investimento elegível de 585 milhões de euros. Para esta dinâmica, muito contribui o desempenho dos actores regionais”.

Já no que se refere ao volume de investimento de candidaturas aprovadas, 2012 conheceu uma tendência positiva no apoio às micro e pequenas empresas da Região do Norte, tendo sido alocado um co-financiamento de 179 milhões de euros para um investimento elegível de 283 milhões de euros.

Paralelamente, foram comprometidos no “ON.2” 120 milhões de euros no apoio à iniciativa pública para um investimento elegível de 156 milhões de euros.

De acordo com a CCDRN, “durante o ano de 2012, e por força de alterações socioeconómicas muito significativas, o “ON.2” foi reprogramado com ajustes nas principais prioridades e respectivos valores, assim como com o aumento da taxa máxima de co-financiamento”.