Hermínio Loureiro: “Este é um programa que se enquadra no espirito empreendedor de um concelho com uma forte pujança industrial” Hermínio Loureiro: “Este é um programa que se enquadra no espirito empreendedor de um concelho com uma forte pujança industrial” D. R.

Economia, 28 de Janeiro de 2013 

Por Redacção

“Esfera Crítica” apoiada pelo programa “Azeméis Finicia”

Uma empresa de desenvolvimento de produtos multimédia “Esfera Crítica”, sedeada no concelho de Oliveira de Azeméis, tem agora a oportunidade de melhorar a sua competitividade através do Fundo de Apoio Financeiro ao Investimento “Azeméis Finicia”.

O contrato de financiamento – no valor de 40 mil euros – foi assinado esta segunda-feira numa cerimónia onde o presidente da autarquia, Hermínio Loureiro, realçou a necessidade da comunidade empresarial ser apoiada.

Temos de apoiar não só as grandes empresas mas também as micro, pequenas e médias empresas”, disse.

Este é um programa que se enquadra no espirito empreendedor de um concelho com uma forte pujança industrial”, sublinhou.

Segundo o autarca, o programa de financiamento “é a alavanca que faltava para contribuir para o sucesso das unidades empresariais oliveirenses”.

O “Azeméis Finicia” resulta da parceria entre a autarquia, Estado, sistema bancário e fundos de capital de risco e garantia mútua.

O programa “Azeméis Finicia” tem como objectivo apoiar projectos ligados à inovação nas áreas da indústria, comércio, turismo, construção e serviços.

O Fundo de Apoio Financeiro ao Investimento – no valor de 250 mil euros – é suportado em 20 por cento pela autarquia na forma de subsídio reembolsável sem juros e os restantes 80 por cento pela entidade bancária.

O projecto tem como parceiros a autarquia, a Agência de Desenvolvimento Regional do Entre Douro e Vouga, o Instituto de Apoio às Pequenas e Médias Empresas, o BPI e a Norgarante (Sociedade de Garantia Mútua, S.A).