António Fróis. A prova há 22 anos que não era dominada por um mestre-internacional. O último havia sido Luís Galego (hoje grande-mestre) em 1990 António Fróis. A prova há 22 anos que não era dominada por um mestre-internacional. O último havia sido Luís Galego (hoje grande-mestre) em 1990 D. R.

Desporto, 17 de Dezembro de 2012 

Por Redacção/EDVI

Vitória de António Fróis no mais antigo torneio português

O mestre-internacional António Fróis, em representação da Academia de Xadrez de Gaia, foi o grande vencedor da 30ª edição do Torneio Aberto de Xadrez da Vila de Cucujães, a mais antiga competição de partidas clássicas disputada em Portugal.

Orphe Bolhari (Clube de Xadrez João de Meira), na segunda posição, seguido por João Andias (Clube dos Galitos) completaram o pódio.

O torneio – disputado no Centro Cultural de Cucujães – reuniu cerca de sete dezenas de jogadores, oriundos dos distritos de Aveiro, Braga, Coimbra e Porto.

A prova, com sete jornadas, decorreu entre 08 e 16 de Dezembro e foi pontuável para o “ranking” da Federação Internacional de Xadrez (FIDE).

A competição é promovida desde 1983 pelo Núcleo de Atletismo de Cucujães (NAC), com o apoio da Associação de Xadrez de Aveiro.