O projecto ambiciona transformar a antiga metalúrgica num pólo de indústrias criativas O projecto ambiciona transformar a antiga metalúrgica num pólo de indústrias criativas Patrice Almeida

Cultura, 30 de Maio de 2012 

Por Redacção/EDVI

Oliva Creative Factory “vai ser alavanca para o desenvolvimento das indústrias criativas” – Castro Almeida

A Oliva Creative Factory, que deverá abrir portas em Maio do próximo ano, “vai ser uma alavanca muito importante para o desenvolvimento das indústrias criativas na região”, afirmou o presidente da Câmara de S. João da Madeira, Castro Almeida.

S. João da Madeira tem todas as condições para ser uma cidade criativa. Tem dinamismo, ambição e espaços apropriados que não tínhamos até agora”, disse à EDV Informação.

Segundo o autarca, o projecto consolida também um “cluster” que envolve os municípios de S. João da Madeira, Santa Maria da Feira, Santo Tirso e Paredes. “Isto não é um projecto para S. João da Madeira, é um projecto para o País em S. João da Madeira”, frisou.

É muito importante que aliemos a criatividade às nossas indústrias tradicionais, como o calçado, o têxtil ou o mobiliário”, referiu.

Castro Almeida falava hoje à margem do lançamento da Oliva Creative Factory, um projecto que ambiciona transformar a antiga metalúrgica num pólo de indústrias criativas.

Queremos cumprir duas funções em simultâneo – revitalizar a Oliva, que foi uma fábrica de referência; e, por lado, dar uma oportunidade aos criadores de toda esta região, do Norte, do próprio País, a instalarem-se aqui”, explicou. “Este espaço terá boas condições de trabalho para eles transformarem a sua criação em negócios que sejam rentáveis, criem riqueza, valor e emprego”, acrescentou.

A Oliva Creative Factory é um projecto essencialmente empresarial, mas engloba na dinâmica cultural e no lazer duas componentes muito importantes. Será uma incubadora de empresas das áreas das indústrias criativas.

Instalada no interior da antiga Oliva – uma das maiores e mais inovadoras fábricas da história industrial portuguesa – a Oliva Creative Factory terá como lema “transformar a criatividade em negócios”.

Além das empresas, haverá na Oliva Creative Factory uma ala dedicada às artes, a qual contará com uma exposição permanente de arte contemporânea, com exposições temporárias, com uma escola de dança, com oficinas de restauro e com uma sala de ensaios.

O empreendimento irá articular-se com a Casa das Artes e da Criatividade, que ganha forma no edifício do antigo Cinema Imperador, transformando-se assim num espaço multifacetado para a realização de diferentes tipos de espectáculos e outros eventos na área da criação artística.

Fundada em 31 de Julho de 1925, sob a liderança do empresário António José Pinto de Oliveira, a Oliva acabou por marcar a vida de várias gerações, afirmando-se como um marco na história económica e social de S. João da Madeira e do País. Aí foram fabricadas, por exemplo, as populares máquinas de costura Oliva.