Vítor Garrido, um dos gestores do estabelecimento Vítor Garrido, um dos gestores do estabelecimento D. R.

Economia, 17 de Abril de 2012 

Por Redacção

“Vinoteca do Quelho” – inovar na restauração para “ir em frente”

Antes era o “Kelhu’s bar”…agora é a “Vinoteca do Quelho”. Fica em Oliveira de Azeméis na rua Velha de Santo António.

A gerência é nova e fez com que “nada ficasse como dantes”. A ideia foi criar um “novo conceito” com uma oferta múltipla de atractivos. E bastaram algumas obras de requalificação interior para o antigo bar ganhar mais funcionalidades. Uma parte está reservada para a oferta de refeições rápidas, com destaque para as “francesinhas”, queijos e presunto na tábua e outras iguarias.

A carta de vinhos é variada e vai desde os vinhos “comuns” às marcas de mais elevada qualidade.

Temos uma garrafeira excelente onde não faltam escolhas de todas as regiões do País. E a nossa ementa também é variada, contando com sobremesas caseiras que são um dos nossos ex-libris e os bifinhos de alcatra, no pão ou no prato”, disse Vítor Garrido, um dos novos gestores da “Vinoteca”.

Com abertura ao meio-dia, o serviço de restaurante permite oferecer refeições ligeiras à hora de almoço e petisqueira durante a tarde e à noite porque apenas encerra às duas da manhã.

Mas a “Vinoteca” não é só um espaço para comer, partilhando-o com o bar, onde a música é uma constante e a diversão muita, sobretudo ao fim-de-semana.

O karaoke é uma das apostas da “Vinoteca do Quelho” e iniciou-se com a actuação de Mário Carreira.