Região, 17 de Abril de 2012 

Por Redacção/EDVI

Entre Douro e Vouga acima da média em termos de desenvolvimento

O Entre Douro e Vouga é uma das quatro sub-regiões classificadas acima da média nacional no Índice Global de Desenvolvimento Regional para 2009, divulgado pelo Instituto Nacional de Estatística (INE).

O índice – também designado de Índice Sintético de Desenvolvimento Regional (ISDR) – é calculado anualmente a partir de três componentes em cada sub-região: competitividade, coesão e qualidade ambiental.

O perfil regional mais comum revela “territórios menos competitivos e coesos que o conjunto do País, mas com uma qualidade ambiental superior, traduzindo-se num índice global de desenvolvimento regional abaixo da média nacional“, refere o INE.

A Grande Lisboa – a única sub-região com um desempenho acima da média em todos os índices compósitos no âmbito do ISDR – surge destacada do resto do País, com 109,83 pontos-base no índice global (a média nacional é igual a 100), surgindo depois, separadas por décimas, as sub-regiões do Cávado (100,54), Baixo Vouga (100,46) e Entre Douro e Vouga (100,39).

Neste estudo, as outras 26 sub-regiões têm uma classificação global abaixo da média nacional (13 delas com valores acima de 97,3 e outras 13 com valores entre 90 e 97,3).

No fundo da tabela estão Pinhal Interior Sul (92,94), Tâmega (92,52), Alentejo Litoral (92,02) e Açores (90,73).