José Bastos: “Numa situação de conjuntura desfavorável, estamos dispostos a perder receita em favor do apoio às pessoas” José Bastos: “Numa situação de conjuntura desfavorável, estamos dispostos a perder receita em favor do apoio às pessoas” Fernando Pinho/EDVI

Sociedade, 27 de Março de 2012 

Por Redacção

Medidas para fixar população e incentivar ao investimento

Em Vale de Cambra é, desde 21 de Março, mais fácil construir, recuperar habitação e investir no concelho, devido à revisão do Regulamento Municipal de Urbanização e Edificação (RMUE).

Numa situação de conjuntura desfavorável, estamos dispostos a perder receita em favor do apoio às pessoas, na generalidade, e aos jovens, em particular, que queiram investir na construção ou reconstrução da sua moradia ou criar a sua empresa. São medidas que visam fixar a população e atrair novos investidores”, disse o presidente da autarquia, José Bastos.

Em vigor está também uma medida que visa “assegurar uma maior qualidade de vida de toda a população, através de uma maior promoção da saúde pública” – a ligação gratuita à rede de água e saneamento.

Pese embora as dificuldades económicas de momento, estamos atentos às dificuldades da população e pretendemos não só ajudar aqueles que querem investir na sua construção própria ou na sua industria, mas também incentivar as pequenas empresas de construção civil do concelho, pelo impacto que estas medidas poderão ter na economia local”, acrescentou o autarca.