Carlos Costa: “A classe está a crescer muito rapidamente de ano para ano” Carlos Costa: “A classe está a crescer muito rapidamente de ano para ano” Fernando Pinho/EDVI

Oliveira de Azeméis, 4 de Novembro de 2011 

Por Redacção/EDVI

Número de animadores socioculturais a crescer

O número de animadores socioculturais tem crescido de forma contínua e Portugal ocupa hoje uma posição de liderança no sector, afirmou Carlos Costa, o presidente do 13º Congresso Internacional de Animação Sociocultural, a decorrer em Oliveira de Azeméis entre 17 e 19 de Novembro.

Em declarações à EDV Informação, o responsável disse que esta classe profissional soube-se impor ao longo dos tempos, sendo “cada vez mais” procurada principalmente por jovens.

A classe está a crescer muito rapidamente de ano para ano, fruto, sobretudo, da oferta formativa disponível, que vai desde o ensino secundário ao ensino superior”, referiu Carlos Costa, estimando que existam “mais de dez mil animadores” espalhados por todo o País.

Hoje temos mais de 100 escolas profissionais que ministram o curso de Animação Sociocultural e cerca de duas dezenas de instituições de ensino superior com licenciatura na área. Além disso, já temos mestrados e doutoramentos em Animação Sociocultural”, frisou.

Ocupamos uma posição de liderança à escala internacional, pois somos o único país do mundo com uma licenciatura em Animação Sociocultural”, destacou.

O congresso, “Voluntariado e Cidadania Activa”, que reunirá participantes nacionais e estrangeiros, é organizado pela Associação Portuguesa para o Desenvolvimento da Animação Sociocultural (APDASC).