O novo gatil vai melhorar a qualidade de vida dos animais O novo gatil vai melhorar a qualidade de vida dos animais Alberto Oliveira e Silva

Santa Maria da Feira, 23 de Novembro de 2011 

Por Alberto Oliveira e Silva

AANIFEIRA avança na remodelação das suas instalações

A AANIFEIRA (Associação dos Amigos dos Animais de Santa Maria da Feira) vai dispor, a curto prazo, de um novo gatil, que terá capacidade para acolher uma centena de animais.

Victor Barros, o presidente da instituição, sublinhou que estão a decorrer obras de adaptação do anfiteatro existente nas respectivas instalações, situadas na freguesia de Mosteirô.

Os gatos estão em condições que não são más, mas também não são as ideais e, por isso, precisamos de lhes dar melhores condições”, referiu o responsável, que manifestou a vontade de vir a acolher mais de 100.

O presidente assinalou que os 25 gatos que actualmente se albergam na AANIFEIRAestão em jaulas com um metro quadrado” de espaço disponível e que “um gato precisa de se exercitar e de se movimentar”. Por isso, esta “é uma obra muito importante”.

Ainda em temos de intervenções, Barros acentuou que o próximo passo da remodelação da sede passará pela transformação do corredor central do edifício onde estão instalados os cães.

Vamos transformar o corredor central – de onde foi retirada a cobertura de amianto – em pátios para as boxes contíguas”, precisou, acrescentando que “a ideia é que todas as boxes tenham uma zona interior e outra exterior”, para que os animais possam passar momentos de lazer ao sol. 

O dirigente da AANIFEIRA lamentou, entretanto, que esteja a diminuir o número de pessoas dispostas a adoptar animais. “Tem havido um decréscimo e também tem havido um aumento de pessoas a querer deixar os seus animais”, concretizou.

Em especial, criticou o que chamou de “desculpas” avançadas pelos que, simplesmente, querem abandonar os seus animais. E deu exemplos: “é porque vão para o estrangeiro, porque vão mudar de casa ou porque estão desempregados”.

Deixou um apelo a esses donos, explicando que a Associação pode dar uma ajuda na tentativa de arranjar famílias de adopção, desde que tenha tempo para o fazer.

Registe-se que a AANIFEIRA acolhe presentemente 400 animais, não podendo alargar esse número em função das obras em curso.