Arouca, 7 de Junho de 2011 

Por Redacção

Regeneração urbana avança no centro histórico

Estão já no terreno as primeiras obras do projecto de Regeneração Urbana do centro histórico de Arouca. A intervenção visa requalificar um “vazio urbano”, de passagem, transformando-o num espaço de lazer e relação entre o Mosteiro, a Avenida 25 de Abril e a Alameda D. Domingos de Pinho Brandão.

A Regeneração Urbana do centro histórico de Arouca tem como elemento central o Mosteiro de Arouca, valorizando-o e à sua área envolvente.

O objectivo é “requalificar o centro histórico da vila, conferindo-lhe novos elementos de atractividade, mas mantendo o seu cariz de centro tradicional e local de representação da história e da cultura deste território”.

Esta intervenção “não se esgota na frente de obra. Trata-se de uma intervenção com cariz funcional e urbano, mas também social, económico, cultural e até com impacto nas vivências urbanas”.

A Regeneração Urbana/Polis XXI resulta de uma parceria entre Câmara de Arouca, Real Irmandade da Rainha Santa Mafalda de Arouca, Direcção Regional de Cultura do Norte e CCDR-N, financiada em 70 por cento pelo FEDER/QREN.