O centro histórico recebe cerca de 60 associações e instituições, 30 artesãos a trabalhar ao vivo, mais de uma centena de tendas, tabernas e exposições e um milhar de figurantes O centro histórico recebe cerca de 60 associações e instituições, 30 artesãos a trabalhar ao vivo, mais de uma centena de tendas, tabernas e exposições e um milhar de figurantes EDVI

Oliveira de Azeméis, 9 de Junho de 2011 

Por Redacção/EDVI

Cidade recria mercado à moda antiga

O Mercado à Moda Antiga, um dos maiores eventos do género na área Metropolitana do Porto que cumpre em 2011 a sua 15ª edição, regressa este fim-de-semana ao centro histórico de Oliveira de Azeméis.

Aproveitando o feriado do 10 de Junho, este ano vamos prolongar a iniciativa, que passa, assim, a ser de três dias em vez dos habituais dois. Também iremos alargar o espaço a mais ruas da cidade”, afirmou à EDV Informação Nelson Costa, que reparte a organização do certame com Ana Nadais.

Pretendemos reviver o mercado que se realizava, há 100 anos, na então ‘Praça dos Vales’, onde se comercializavam os produtos da região”, explicou, sublinhando que “vão ser retratados os usos e costumes desses tempos, numa partilha de saberes entre os mais novos e os mais velhos”.

O centro histórico recebe cerca de 60 associações e instituições, 30 artesãos a trabalhar ao vivo, mais de uma centena de tendas, tabernas e exposições e um milhar de figurantes.

O espírito da iniciativa continua a ser reunir em torno de um local com história as 19 freguesias do concelho, num esforço de preservação das tradições e costumes”, acrescentou Nelson Costa.

O certame arranca sexta-feira (Dia de Portugal) e os destaques passam pela actuação do grupo Flor-de-Lis (22:00), que venceu o Festival da Canção 2009.

O sábado vai ser abrilhantado pelo grupo de percussionistas “Bardoada” (15:30), pelo baile tradicional com os “GiraSol” (16:00) e pelo “Grupo de Fados de Medicina do Porto” (22:00).

Para domingo está reservado um “Teatro de Rua” (15:30), com quadros alegres e pitorescos, inspirados nas raízes do povo.

Como habitualmente o programa inclui artesãos e arruadas, jogos tradicionais, cantigas populares, comes e bebes tradicionais e um espaço para as crianças.

O cenário é constituído, entre outros, por tendas à moda antiga, produtos agrícolas, utensílios e trajes antigos.

“O campo na cidade” é uma das novidades, onde os visitantes vão ter oportunidade de contactar com o mundo rural.

Criado em 1997, o Mercado à Moda Antiga é uma organização conjunta da secção cultural do Grupo Recreativo, Associativo e Cultural de Cidacos e da Câmara Municipal.