“Estamos a transformar um velho sonho em realidade”, referiu o presidente da autarquia, Hermínio Loureiro “Estamos a transformar um velho sonho em realidade”, referiu o presidente da autarquia, Hermínio Loureiro D. R.

Economia, 22 de Junho de 2011 

Por Redacção/EDVI

Área de acolhimento empresarial coloca concelho “na vanguarda” – Carlos Lage

A futura Área de Acolhimento Empresarial Ul-Loureiro vai colocar o concelho de Oliveira de Azeméis “na vanguarda de renovação do seu tecido empresarial”, afirmou o presidente da Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Norte (CCDR-N), Carlos Lage.

É um avanço fundamental num momento em que o País está confrontado com um desafio da competitividade e de gerar, cada vez mais, capacidades de inovação e de exportações das suas empresas”, disse, em declarações à EDV Informação.

Com a nova área de acolhimento empresarial, Oliveira de Azeméis, que tem uma tradição industrial forte, coloca-se na vanguarda de renovação do seu tecido empresarial”, sublinhou.

Carlos Lage falava esta terça-feira em Oliveira de Azeméis à margem da cerimónia de assinatura do contrato de financiamento comunitário da Área de Acolhimento Empresarial Ul-Loureiro, celebrado entre a Comissão Directiva do “ON.2 – O Novo Norte” (Programa Operacional Regional do Norte) e a autarquia.

O projecto – um investimento de cerca de 11,2 milhões de euros, com um cofinanciamento correspondente a 7,9 milhões – irá proporcionar a oferta de solo industrial qualificado para empresas de média e grande dimensão, assim como de “start-ups” tecnológicas, num conjunto de 29 lotes, envolvendo uma área total de 39 hectares.

Estamos a transformar um velho sonho em realidade”, referiu o presidente da autarquia, Hermínio Loureiro.

Somos o sétimo concelho da região Norte que mais exporta, com um tecido empresarial muito competitivo, mas temos de criar condições para ele ainda ser mais competitivo, tendo em conta as exigências actuais”, acrescentou.