O doce típico de Santa Maria da Feira e símbolo da secular Festa das Fogaceiras O doce típico de Santa Maria da Feira e símbolo da secular Festa das Fogaceiras D. R.

Santa Maria da Feira, 4 de Abril de 2011 

Por Redacção

Fogaça candidata às “Sete Maravilhas da Gastronomia”

A fogaça é candidata às “Sete Maravilhas da Gastronomia”, na categoria “Doces”. O registo da candidatura acaba de ser formalizado pelo município.

Apesar da simplicidade da receita, a fogaça da Feira é o ex-líbris do património gastronómico do concelho e distingue-se de outros pães doces, quer no preparo, quer na forma como vai ao forno, mas também na forma de a degustar”, afirmou a vereadora titular da pasta do Turismo, Teresa Vieira.

Na descrição da importância histórico-económica da receita da fogaça, que consta do processo de candidatura, o município sublinha a antiguidade deste pão doce, cujas primeiras referências conhecidas datam do século XIII, e especifica que a fogaça é utilizada como voto na secular Festa das Fogaceiras – festividade com mais de 500 anos. O seu formato estiliza a torre de menagem do castelo com os seus quatro coruchéus.

As 21 candidaturas a “Maravilhas da Gastronomia” serão organizadas em sete categorias (entradas, sopa, marisco, peixe, carne, caça e doces), três finalistas por categoria e os sete vencedores serão apurados pelo maior número de votos.