centro nevrálgico da intervenção é o Mosteiro de Arouca centro nevrálgico da intervenção é o Mosteiro de Arouca EDVI

Arouca, 3 de Janeiro de 2011 

Por Fernando Pinho/EDVI

“Polis XXI” arranca este ano no centro histórico de Arouca

As empreitadas estão a ser todas elas preparadas para que o seu lançamento se concretize agora no início do ano. O processo de trabalhos ficará concluído até 2012”, afirmou à EDV Informação o presidente da Câmara Municipal, José Artur Neves.

Fazem parte da zona de intervenção “Polis XXI” a Avenida 25 de Abril, Praça Brandão de Vasconcelos, Alameda D. Domingos de Pinho Brandão, Travessa da Ribeira e a Zona H7, podendo ainda serem abrangidas as artérias adjacentes a estes espaços.

O centro nevrálgico da intervenção é o Mosteiro de Arouca e visa “criar um espaço urbano moderno e funcional, que atraia residentes e visitantes, transformando o centro da vila num espaço de identidade, cultura, convívio e lazer”.

A candidatura “Polis XXI” – uma parceria entre a Câmara Municipal, Direcção Regional de Cultura do Norte e Real Irmandade da Rainha Santa Mafalda – envolve um investimento na ordem dos três milhões de euros, comparticipados em 70 por cento pelo Programa Operação Norte (ON2).